Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis

Humanamente - Psicologia, Pedagogia e Formação





Formação A Distância

Bullying: Conceito e Estratégias de Intervenção

 

Data: de 06 a 17 de Dezembro de 2010

                 

 

Introdução

O Bullying é uma forma de agressão na qual há um desequilíbrio de poder entre o agressor e a vítima, sendo que o primeiro é sempre mais forte que a segunda; pode tomar várias formas, pode ser directo ou indirecto e pode ainda ocorrer nos mais variados contextos, sendo que o mais comum é entre crianças e jovens, em contexto escolar. Esta acção de formação surge com o objectivo de dotar os formandos dos conhecimentos básicos sobre bullying, efeitos do bullying nas vitimas e nos agressores, as soluções para lidar com o bullying e como implementá-las, destinando-se a todos aqueles que lidam, em termos profissionais, com crianças e jovens em idade e contexto escolar.

 

Objectivos

No final da formação, os formandos deverão estar aptos a:

  • - Definir o bullying;
  • - Identificar os sinais e sintomas dos bullies e das vítimas;
  • - Conhecer a importância de uma estratégia anti-bullying;
  • - Reconhecer os papéis dos principais intervenientes na implementação das estratégias e soluções anti-bullying;
  • - Dar início à implementação de programas de intervenção sobre o Bullying.

 

 

Destinatários

Estudantes e licenciados em qualquer uma das seguintes áreas: Educadores de Infância, Professores, Técnicos de Serviço Social, Psicólogos, Psico-Pedagogos, Educadores Sociais, Animadores Socio-Culturais.

 

 

Conteúdos Programáticos

 

  • 1. O Que é o Bullying?
  • § Conceito de Bullying
  • § Tipos/Técnicas de Bullying
  • § Efeitos do Bullying
  • Mitos e falsas idéias sobre o bullying nas Escolas
  • O perfil dos bullies
  • O perfil das vítimas de Bullying
  • A perspectiva desenvolvimental
  • Identificar o nível de risco de Bullying e vitimização
  • Os resultados
  • 2. Bullying nas Escolas
  • § Introdução
  • § O pessoal escolar, o Bullying e a vitimização
  • § Os pais, o Bullying e a vitimização
  • 3. Uma Abordagem Sistémica ao Fenómeno do Bullying
  • § Introdução
  • § Criar uma política escolar completa
  • § Abordagem sistémica do Bullying: Estratégias
  • 4. Implementação de Soluções
  • § Princípios orientadores
  • § Papéis e responsabilidades: professores, pais, auxiliares, polícia, colegas, conselheiro escolar, etc.
  • § Trabalhar com o grupo de colegas
  • § Exemplos de responsabilidades e consequências formativas para o Bullying
  • § Princípios e estratégias para a apoiar a vítima de Bullying
  • § Princípios e estratégias para lidar com os pais
  • § Desafios da entrevista com os pais de um bully
  • § Desafios da entrevista com os pais de uma vítima
  • § Princípios e estratégias ao nível dos colegas em sala de aula e no recreio/intervalos
  • § Desafios da abordagem sistémica e estratégias para a sua ultrapassagem
  • § Abordagem "sem culpa"
  • § Método da preocupação partilhada

 

 

Nº de Sessões: 6 (duração média de estudo em cada sessão: 2h)

 

Preço e Modos de Pagamento: € 60,00 no acto de inscrição.

 

 

Prazo limite para inscrição: 2 dias úteis antes da data marcada para o início da formação.

 

 

Certificado:

Os participantes que frequentem a totalidade da formação e realizem as actividades propostas receberão um certificado de frequência.

 

 

 

 

 

 

   ------------------------------

O Fenómeno da Toxicodependência

 

Data: de  06 a 24 de Dezembro de 2010

                 

 

Introdução

O fenómeno do consumo de drogas tem acompanhado o ser humano ao longo de praticamente toda a sua evolução, sendo que, ao longo dos séculos, as sociedades têm assumido as mais variadas posturas em relação ao mesmo. Independentemente da opinião pessoal de cada um, este é um fenómeno real, com o qual qualquer indivíduo que trabalhe nas áreas da Saúde, Educação, Serviço Social e não só poderá vir a ter de lidar. Esta formação pretende dotar os indivíduos de conhecimentos teórico-práticos que lhes permitam lidar com este fenómeno, compreendendo-o não só a partir de um ponto de vista científico, mas também a partir da perspectiva de um toxicodependente ou de um familiar e sabendo como agir perante um quadro de toxicodependência.

 

Objectivos

- Conhecer a evolução histórica do consumo das principais drogas existentes;

- Identificar os sinais e sintomas que caracterizam o consumo de drogas;

- Conhecer o processo de diagnóstico de consumo de drogas;

- Saber quais as principais problemáticas associadas ao consumo de drogas;

- Perceber a dinâmica familiar de uma família com um filho toxicodependente;

- Conhecer as principais abordagens psicoterapêuticas ao tratamento da toxicodependência, não só a nível teórico mas também em termos de intervenção;

- Adquirir conhecimentos sobre a área da prevenção na toxicodependência;

- Saber qual a legislação existente na área das toxicodependências e quais os websites de referência em relação a esta temática.

 

 

Destinatários

Técnicos e estudantes das áreas das ciências sociais e humanas e todos aqueles que, por motivos profissionais, lidam ou poderão vir a lidar com situações de toxicodependência.

 

 

Conteúdos Programáticos

1. Conceitos Fundamentais

1.1. Perspectiva histórica do consumo de substâncias

                1.1.1. Drogas naturais e semi-sintéticas

               1.1.2. Drogas sintéticas e Designer Drugs

1.2. 10 mitos sobre drogas

1.3. Sinais, sintomas e diagnóstico do consumo de drogas

2. Problemáticas Associadas ao Consumo de Substâncias

2.1. Perturbações mentais e comportamentais

2.2. Outros problemas de saúde

2.3. Dinâmica Familiar

3. Principais Abordagens Psicoterapêuticas ao Tratamento da Toxicodependência

3.1. Modelo de Minnesota

3.2. Modelo dos 12 Passos

3.3. Terapia Motivacional

3.4. Terapia Breve Orientada para as Soluções

3.5. Treino de Competências

4. A Prevenção na Toxicodependência

4.1. Princípios e fundamentos da prevenção

4.2. Factores de Risco

4.3. Alguns Programas de Prevenção junto da comunidade jovem

4.4. Prevenção de Recaídas

5. Legislação e Toxicodependência 

5.1. Evolução da legislação em Portugal

5.2. Legislação existente (nacional e internacional)

5.3. Websites de referência nas várias áreas da toxicodependência (nacionais e internacionais)

 

 

Nº de Sessões: 9 (duração média de estudo em cada sessão: 2 horas)

 

Preço e Modos de Pagamento: € 80,00 no acto de inscrição.

 

Prazo limite para inscrição: 2 dias úteis antes da data marcada para o início da formação.

 

 

Certificado:

Os participantes que frequentem a totalidade da formação e realizem as actividades propostas receberão um certificado de frequência.

 

  

  

 

 ------------------------------

Psicologia Clínica - Iniciação à Prática Privada

 

Data: de 06 a 17 de Dezembro de 2010

                            

 

Introdução

Iniciar uma carreira profissional ao nível da Psicologia logo após a conclusão dos estudos académicos tem-se vindo a revelar bastante difícil; assim, esta acção de formação visa fornecer aos seus participantes competências práticas na área da actividade clínica privada, que vão desde a imagem profissional do psicólogo clínico até à procura de espaços de consulta, a divulgação de serviços e o estabelecimento de protocolos de cooperação, passando ainda pelas diversas formas de finalização de processos de acompanhamento psicológico, tendo um cariz bastante prático.

 

 

Objectivos

- Promover a auto-reflexão relativamente à escolha do exercício da Psicologia Clínica em termos de profissão;

- Conhecer as várias formas legais de exercício da actividade;

- Saber negociar um espaço para consulta;

- Saber como divulgar os serviços prestados;

- Saber como redigir propostas de cooperação/parceria com entidades várias;

- Promover a auto-reflexão sobre as questões da finalização de processos de acompanhamento psicológico;

- Conhecer as principais razões que levam um paciente a desistir de um processo de acompanhamento psicológico;

- Saber como agir no sentido de prevenir desistências prematuras por parte dos pacientes;

- Adquirir conhecimentos sobre a forma de lidar com uma situação de gravidez nas psicólogas.

- Promover a auto-reflexão sobre as questões da morte e incapacidade dos psicólogos;

- Saber o que é uma Equipa de Resposta a Situações de Emergência (ERSE) e como constituir a própria ERSE;

- Saber o que é o Plano de Continuidade Terapêutica e quais os passos a dar para constituir o próprio plano.

 

 

 

Destinatários

Estudantes e recém-licenciados em Psicologia Clínica; psicólogos clínicos que pretendam dar início à prática clínica privada.

 

 

Conteúdos Programáticos

1. A Psicologia Clínica

1.1. Os motivos da escolha da profissão

1.2. A postura e a imagem do psicólogo

1.3. O Setting terapêutico

2. Formas de Exercício da Actividade

2.1. Profissional Liberal

2.2. Empresário em Nome Individual

2.3. Sociedade Unipessoal por Cotas

3. Gestão da Actividade Profissional

3.1. A procura de espaços de consulta

3.2. A divulgação dos serviços prestados     

3.3. Avenças e protocolos de cooperação com entidades várias

3.4. Gestão de Processos Clínicos

  • 4. Finalização de Processos de Acompanhamento Psicológico

                4.1. Introdução

                4.2. Finalização por iniciativa do Paciente

                4.3. Finalização por iniciativa do psicólogo

                4.4. Ausência prolongada devido a uma gravidez

  • 5. Quando o Psicólogo Não Está Disponível

        5.1. Questões sobre a morte ou incapacidade dos psicólogos

        5.2. A Equipa de Resposta a Situações de Emergência e o Plano de Continuidade Terapêutica

        5.3. Consolidação de Conhecimentos

 

 

Nº de Sessões: 6 (duração média de estudo em cada sessão: 2 horas)

 

Preço e Modos de Pagamento: € 50,00 no acto de inscrição.

 

Prazo limite para inscrição: 2 dias úteis antes da data marcada para o início da formação.

 

Certificado:

Os participantes que frequentem a totalidade da formação e realizem as actividades propostas receberão um certificado de frequência.

 

  

 

 

 

 

    ------------------------------

 

Regras de Funcionamento da Formação à distância:

 

Este serviço rege-se por um conjunto de regras de funcionamento, que passamos a indicar:

 

  1. As acções de formação encontram-se divididas por módulos, sendo disponibilizado aos formandos um manual de formação específico para cada módulo;
  2. As acções de formação, além de se encontrarem divididas por módulos, encontram-se também divididas em sessões; a duração média estimada de estudo para cada sessão varia entre os 90 minutos (1h30m) e os 180 minutos (3h00m).
  3. Numa dada acção de formação, todas as sessões têm a mesma duração média estimada de tempo de estudo.
  4. Sempre que possível, cada sessão de formação contemplará um módulo de formação; no entanto, poderá haver situações em que tal não seja possível; nestes casos, um módulo de formação não poderá estender-se por mais de 3 sessões;
  5. Os materiais correspondentes a cada sessão de formação serão enviados a cada formando via email, em formato Word ou pdf.
  6. As acções de formação terão sempre início à segunda-feira, de acordo com o calendário estipulado para cada uma;
  7. Os emails correspondentes às diferentes sessões de formação serão enviados à 2ª, 4ª e 6ª feira.
  8. Os formandos têm direito a apoio do formador via email a qualquer momento; a resposta às questões colocadas será enviada, também via email,  no prazo máximo de 72 horas.
  9. As acções de formação à distância estão sujeitas a um regime de avaliação contínua, através da realização de exercícios e actividades propostas pelos formadores; os trabalhos solicitados deverão ser enviados por email no prazo máximo de 7 dias após a recepção do pedido dos mesmos.
  10. Os formandos têm direito a certificado de frequência, no qual constará a classificação obtida, quando aplicável, e desde que realizem todas as actividades solicitadas.
  11. Para efectivarem a sua inscrição, os formandos deverão enviar para a Humanamente, via email ou CTT (ao cuidado de Dr.ª Natacha Lage), a seguinte documentação:
  12. Ficha de inscrição devidamente preenchida; fotocópia do Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão; fotocópia do cartão de contribuinte; fotocópia de comprovativo de habilitações (cartão de estudante, carteira profissional, certificado final de curso); comprovativo de pagamento
  13. O pagamento deverá ser efectuado via transferência bancária para a conta NIB 0033 0000 45306685408 05, do Millenium BCP, ou através de cheque cruzado, emitido à ordem de "Natacha Lage"; não se aceitam vales de correio como forma de pagamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net